Polémica en el aire

Los aviones de la campaña de Hillary y Trump

Con la proximidad de las elecciones en los Estados Unidos, marcada para el día 8 de noviembre, la demócrata Hillary Clinton y el multimillonario republicano Donald Trump se ven enroscados en una de las más disputadas campañas electorales de la historia del país. Obligados a conquistar al electorado de los llamados swing states, como son apodados los estados sin predominio demócrata o republicano, los dos candidatos han hecho intenso uso de los viajes aéreos.

Stronger Together de Hillary Clinton

La exsenadora y exsecretaria de Estado Hillary Clinton intenta por segunda vez se convertirse en la primera mujer a llegar al cargo de presidente de los Estados Unidos. Esta campaña, la candidata viaja por el país a bordo de un Boeing 737-800 personalizado con los colores azul y blanco y el slogan de la campaña “Stronger Together” (“Más fuertes juntos”) pintado en la parte delantera de la aeronave. Em los dispositivos de punta de ala e estabilizador vertical, o avião traz o “H” estilizado.

Curiosamente, a equipe de marketing optou por não incluir a cor vermelha, tradicional dos democratas, especialmente no “H”, após a polêmica da escolha do logo. Inspirado no logotipo de 2008, quando concorreu nas primárias com o atual presidente Barack Obama, a equipe de Clinton manteve o uso da letra "H", mas trocando o traço estilizado da bandeira dos Estados Unidos por uma seta vermelha. A polêmica está na indicação da seta, que ficou apontado para a direita e o uso do vermelho sobre um "H" azul.

[Colocar Alt]

Críticos consideram a direção da seta um claro sinal de um governo mais conservador que seria realizado pela ex-senadora. Aliás, ela é a candidata mais alinhada com a indústria bélica norte-americana e com a defesa de ações militares no exterior. Foi quando Hillary esteve no comando do departamento de Estado que os norte-americanos capturaram e mataram Osama Bin Laden e mantiveram apoio a grupos rebeldes durante a Primavera Árabe. Com tantas polêmicas entre os democratas, a equipe optou por manter o avião em tons de azul, incluindo o logo da campanha, que foi aplicado em um fundo azul claro, com um H em branco e a seta em azul escuro.

O Boeing 737-800 utilizado por Hillary voou com as cores da Air Berlin de fevereiro de 2002, data de sua entrega, até agosto do mesmo ano. Depois, a empresa de baixo custo alemã arrendou a aeronave para a russa Oreanair, sendo utilizada por pouco mais de dois anos, especialmente em voos fretados. Em junho de 2005, após ficar seis meses estocado, o avião foi alugado para a holandesa Corendon Dutch Airlines, uma divisão da turca Corendon Airlines, especializada em voos fretados no período de férias na Europa. Em janeiro dete ano, foi vendido para a Xtra Airways, uma empresa de voos charters com sede em Coral Gables, na Flórida.

Em setembro, a comissão democrata fretou o avião, agora matriculado como N8881XA, para acompanhar a candidata Hillary Clinton em suas viagens pelos Estados Unidos. O interior do avião apenas foi remodelado, recebendo alguns assentos padrão de primeira classe, destinados a voos domésticos, e uma classe turística.

Trump Force One 

Do outro lado da disputa, o bilionário Donald Trump viaja pelo país em seu Boeing 757-200 privado. O avião foi adquirido pelo excêntrico empresário em 2011, com um custo estimado de US$ 100 milhões, considerado extremamente alto para um avião com 20 anos de uso, na época.

[Colocar Alt]

O avião se destaca no aeroporto por sua pintura em preto e branco, com faixas vermelhas e o nome Trump pintado em dourado. Se a pintura externa chama atenção pelo exagero, internamente o avião em nada deve para a Trump Tower e os demais empreendimentos de gosto pouco tradicional do empresário. Todos os detalhes são dourados, com poltronas em couro bege e muita madeira escura.

Apelidado pelo próprio bilionário de Trump Force One, o avião  também está envolvido em polêmicas, característica de seu proprietário. O avião foi adquirido pela DJT Operations, uma divisão de aviação do grupo Trump, porém, opositores acusam o empresário de não manter a legalidade da operação, que teoricamente prevê o uso comercial do avião. A resposta é que o avião é utilizado pelas organizações Trump em viagens de negócio pelos Estados Unidos.


Curiosidades Boeing 737-800 757

A330NEO

Suscríbete

PDF/Android
1 año
iPad/iPhone
1 año

Assine InnerPDF/AndroidiPad/iPhone
1 año1 año
Ediciones1212
Comprando por separado, pagaríasUSD 23,88USD 23,88
Suscríbete ahora porUSD 9,99USD 9,99
Descuento
AhorrasUSD 13,89USD 13,89
Dividido sin intereses en la tarjeta de crédito
Suscribiéndote ahora también RECIBES DE REGALO
A330NEO

Algunos valores podrán cambiar, de acuerdo con la cotización del dólar